RCB vs. RCD: Qual é a diferença?

28 de abril de 2022

Um RCD é um tipo de proteção de circuito que protege as pessoas contra choques elétricos, monitorando as correntes de fase e neutro e desarmando quando estão fora de fase. Portanto, se uma pessoa acidentalmente entrar em contato com uma corrente elétrica, ela irá tropeçar e permitir que parte da corrente flua através dela.

Este dispositivo funciona detectando qualquer mudança repentina na carga elétrica e desconectará imediatamente o circuito assim que detectar uma sobrecarga. Isso evitará ferimentos graves ou morte quando uma pessoa tocar na fonte de eletricidade.

Quando se trata de dispositivos de circuito, as pessoas sempre se confundem entre vários termos. Os dois termos mais comuns usados indistintamente são RCD e RCB. Não há muita diferença entre esses dois termos. No entanto, se você quiser saber mais sobre isso, siga este guia. 

O que é RCD?

O dispositivo de corrente residual, ou RCD, é um tipo de disjuntor elétrico. Esses dispositivos operam detectando uma quantidade excessiva de corrente em um circuito. 

Um RCD funciona interrompendo um circuito se houver uma quantidade excessiva de corrente fluindo através dele. Funciona com um sistema monofásico. A entrada está conectada a todas as três fases. A saída é aterrada. A entrada é conectada ao fio neutro. Um dispositivo de corrente residual opera detectando a falha de arco e descarregando qualquer corrente restante. 

As conexões de um dispositivo de corrente residual são semelhantes às de um circuito monofásico. A entrada de um RCD é conectada a cada fase e ao fio neutro. A saída é conectada ao barramento. A conexão de um RCD deve ser baseada na corrente nominal. A corrente nominal é a quantidade máxima de corrente que pode fluir pelos contatos do dispositivo.

O que é RCB?

O Disjuntor de Corrente Residual é um instrumento elétrico que corta a conexão quando detecta um curto-circuito. Evita um incêndio elétrico ou eletrocussão isolando a área afetada. Em caso de falha, o dispositivo pode proteger toda a casa. A seguir estão algumas das principais vantagens do Disjuntor Residual. 

Um disjuntor de corrente residual protege sua casa de um curto-circuito perigoso. Em um curto-circuito não intencional, muita corrente flui pelo circuito. Essa corrente pode danificar máquinas elétricas, causar paralisia respiratória ou até mesmo levar a um incêndio. 

Quando um RCB detecta um vazamento, ele desconecta automaticamente o circuito e desconecta a fonte de alimentação. Este dispositivo é usado na proteção da casa contra incêndio, choque elétrico e choque elétrico.

Um disjuntor de corrente residual funciona com base na lei de Kirchhoff. Esta lei afirma que a corrente de entrada deve ser igual à corrente de saída. Para medir isso, o RCCB compara as diferenças entre os fios energizados e neutros. A situação ideal é que a quantidade de corrente que flui através de um circuito seja igual à do fio neutro. No entanto, se houver uma falha, a diferença entre os dois fios torna-se menor. Isso é conhecido como dispositivo de corrente residual.

O que é RCCB?

Um disjuntor RCCB é projetado para detectar pequenas mudanças na corrente elétrica, como um forno superaquecido, e desligar automaticamente o fornecimento se a mudança for muito grande. Eles são usados em conexões de alimentação monofásicas e trifásicas e no fio neutro para proteger a carga. Um RCCB também oferece opções de terminação dupla para conexões de cabo e barramento e um dispositivo de filtragem para evitar picos de tensão prejudiciais.

Um RCCB funciona detectando a diferença entre a corrente que flui nos fios energizados e neutros. Se esses dois fios estiverem conectados, a corrente deve fluir na mesma direção. No entanto, às vezes o fio energizado entra acidentalmente em contato com o fio terra aberto. Isso causa uma pequena diferença entre as correntes nos dois fios, que é conhecida como residual e acionada por um RCCB. Um RCCB detecta esse residual e desarma o circuito se o residual for maior que o limite.

Um RCCB opera com base no princípio de que a corrente que flui em um circuito deve ser igual à corrente de retorno. Se ocorrer uma falta à terra, a corrente fluirá para a terra, reduzindo a corrente de retorno do neutro. Essa diferença é chamada de “Corrente Residual”. Quando esta diferença exceder o limite definido, o RCCB desarmará o circuito. Isso significa que o circuito não continuará a funcionar.

Finalidade e Operação do RCD

Um dispositivo de corrente residual é um dispositivo de segurança que desliga a eletricidade quando tropeça ou a corrente residual atinge um nível predefinido. Este dispositivo é frequentemente descrito por um diagrama simples com duas ou quatro linhas oblíquas. A polarização de um RCD é um parâmetro importante a ser conhecido. Isso ocorre porque a resistência de um circuito elétrico depende da concentração iônica residual em um determinado circuito.

O objetivo de um RCD é impedir que uma corrente elétrica perigosa vaze para o espaço. Um vazamento em uma instalação de fiação pode levar a uma eletrocussão fatal se a corrente fluir para um duto ou cano de água. Portanto, um RCD é um dispositivo de segurança para instalações elétricas. Ele combina duas funções, permitindo detectar um vazamento elétrico antes que se torne grave. Usar o RCD correto é essencial para proteger sua casa de tais perigos.

Um RCD é um dispositivo elétrico que monitora uma instalação de fiação. Quando ocorre uma falha de aterramento, o RCD interrompe o circuito, evitando um choque elétrico potencialmente mortal. O dispositivo de corrente residual é um dispositivo de segurança por vários motivos. Protege contra fogo, choque e eletrocussão. Um detector de corrente residual pode detectar qualquer vazamento em uma instalação de fiação e interrompê-lo imediatamente.

Diferença entre RCD e RCB

A diferença entre RCD e RCB está na abreviatura. RCD significa Residual Current Device e RCB significa Residual Circuit Breaker. RCD é um termo mais amplo e inclui todos os dispositivos de corrente residual, enquanto RCB é um tipo de dispositivo de corrente residual.

Na maioria dos países, o RCD também é chamado de RCB. Ambos os termos são usados de forma intercambiável, pois têm a mesma função. O RCB também é conhecido como RCCB. Não é muito diferente em todos os três termos. Ambos os dispositivos são muito úteis para prevenir choques elétricos fatais, e muitas pessoas confiam neles para proteger suas casas. Ambos RCDs e RCBs são eficazes na proteção de sua casa, e você deve instalá-los em todas as áreas onde você usa equipamentos elétricos.

Temos mais de 31 anos de experiência

Nossa força

1994
Fundado
31+
Patente
43
Agentes
1000+
clientes

Solicite um orçamento